Cultura de Boteco

Não sei se você sente como eu, que de um tempo para cá, o mundo ficou cheio de especialistas em todos os assuntos.

Vejo especialistas em religião, política, educação, empreendedorismo e por aí vai. Muita gente, se vendendo como estudiosos, mas muitas vezes não passa de uma simples cultura de boteco.

Mas como assim cultura de boteco? Sabe aquilo que você lê só para ficar por dentro de um assunto em que possa discutir com amigos, bebendo uma cerveja? Pois bem, é o que chamamos de “cultura de boteco”. Assuntos não aprofundados com devida dedicação e estudos, antes de serem compartilhados por aí.

A profundidade nos assuntos em geral, tem sido perdida cada vez mais, e isso pode representar um grande risco para quem consome conteúdos que não agregam em nada na sua vida ou no seu negócio.

Por que estou falando sobre isso aqui? Porque vejo muita gente vendendo conselhos empreendedores, a torto e a direito, seguindo essa onda de especialistas, colocando pequenos negócios em risco.

Muita gente quando começa a empreender, só tem em mãos a paixão  pelo que faz e a fantasia do que é gerenciar um negócio, então achando que é necessário estudar, para se aprofundar neste conhecimento, compram ideias destes “especialistas”, que não tiveram experiências o bastante, ou embasamento suficiente para  analisar o negócio do outro e poder indicar uma boa solução.

Vejo ditos, especialistas em marketing, gestão, finanças, que muitas vezes, fazem indicações arriscadas, por não compreenderem a complexidade do negócio, para o qual estão indicando uma solução.

O que faz, com que muitas pessoas, apostem todas as suas fichas em algo que pode gerar sérias consequências.

O texto que escrevo aqui, serve mais como um alerta, para que você que empreende, pense várias vezes antes de consumir um conteúdo, seja nas redes sociais, em cursos, sites e outros mais.

Não, não me considero especialista em nenhuma área, aliás sempre gostei de me descrever como uma generalista, curiosa e sempre aberta a aprender mais e mais. Me identifico sim com empreendedorismo e gestão, assim como finanças, mas não carrego esse título de especialista, pois para mim, o mais interessante sempre foi olhar o negócio como um todo.

É até uma prática que tenho aqui, redirecionar as pessoas que me procuram pedindo ajuda em áreas que não domino, para os devidos especialistas.

Aqui no Blog Mão na Roda, sempre deixamos claro que falo de gestão, e a Lara, minha parceira aqui, expõe sobre ‘marketing’ digital e complementamos conhecimentos e somamos experiências.

Publicado por Elisangela Baptista

MBA em Gestão Empresarial pela FGV • Graduada em Administração • Técnica em Atendimento Varejo. Trabalha há 15 anos na área Administrativa, nos últimos 5 anos focada em consultoria estratégia em negócios, atua no desenvolvimento de pequenos e médios empreendedores. Já passou por mais de 90 empresas de Campinas e região. Gosta dos pés no chão, empreender de maneira consciente, respeitando a pessoa que existe atrás de cada negócio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: