Quantos sins, existem em um não?

Vivemos ouvindo que devemos aprender a dizer não, mas dentro do empreender, isso também se faz necessário?
Ouço histórias de alguns clientes, que relatam como foram suas experiências, ao dizer sim para todas as propostas que lhe apareciam, e com isso, acumulavam tarefas na rotina, muito acima do que se era possível executar, fora que, muitas dessas empreitadas, mais lhe geravam dor de cabeça, que coisas boas.
Mas vamos dizer a verdade, quem realmente tem facilidade em dizer não para algo? Porque eu mesma, não tenho. Sempre fico imaginando, “será que essa não é a oportunidade que eu esperava?”, “poxa, mas essa ideia é tão bacana, não vai me custar nada”, “gosto tanto deste profissional que me fez a proposta, o que custa tentar?” e é justamente por esses pensamentos, que custo a dizer não com firmeza.

Uma carta aberta para você

Esta carta aberta é para você, que nos acompanha ao longo desses dois anos, que mesmo vivendo com seus anseios e medos, uma vida corrida sabemos, ainda investe tempo para nos ler, nos ouvir ou nos assistir.
Você é o principal motivo de existirmos, você nos instiga com suas dúvidas e questionamentos, mas também com seus incentivos.