Representatividade no empreender

Novos tempos exigem novas maneiras de empreender, pois um negócio nasce, quando há uma necessidade na sociedade, quando há um problema para ser resolvido.

Cada vez mais, vemos grandes marcas sendo expostas, por alguma atitude que já não é mais aceita no mercado, como demonstração de racismo, machismo, homofobia e diversos outros tipos de preconceito.

Até me arrepio aqui, quando vejo alguns movimentos ativistas, que definitivamente mudam todo o cenário do empreendedorismo, porque agora as marcas, os empreendedores em si, deverão despertar a consciência, para criar soluções e apresenta-las, de maneira humanizada.

Sei que este movimento, demorou para surgir no mercado, porém, sempre penso que damos um passo por vez e devagar conseguiremos negócios mais conscientes.

Algumas marcas seguem apenas os protocolos, tratam apenas como uma análise de tendências e não despertam essa consciência, eu sei, porém, vejo muitas outras que agem de corpo e alma para trazer a representatividade para suas marcas.

É claro, que vejo isso acontecendo muito mais nos pequenos negócios, do que nas grandes, mas é assim com um trabalho de formiguinha que mudaremos toda uma sociedade.

Recentemente a marca Cria Crochet, criou uma boneca de crochê negra com vitiligo para mim e foi grande a emoção de ver que finalmente estava sendo representada.

Nesta semana, recebi uma boneca que havia encomendado da Fabi da Morango Chá, que representasse a minha sobrinha, que é linda demais, mas não se via nas bonecas altas e magricelas que vemos por aí.

Fora essas marcas, vejo muitas outras nas redes, que estão criando produtos que demonstram a representatividade, isso já faz parte do DNA de muitas delas.

Porque trouxe essa reflexão aqui, você deve estar se perguntando.

Trouxe esses pontos, para que você olhe aí para o seu negócio e veja quais produtos leva essa representatividade, qual bandeira você carrega? Como você se comunica com seus clientes? Quais são as palavras utilizadas?

Repense seu negócio, veja o que ele realmente entrega de solução para a sociedade.

Uma boneca como essas que citei acima, faz com que uma criança, perceba que ela é linda, que é representada, trabalha a sua autoestima, pode ajudar para que no futuro ela defenda essa causa, não entre em relações tóxicas, seja destemida e não se limite, ao que impunham para ela.

O seu produto também pode gerar este valor?

Publicado por Elisangela Baptista

MBA em Gestão Empresarial pela FGV • Graduada em Administração • Técnica em Atendimento Varejo. Trabalha há 15 anos na área Administrativa, nos últimos 5 anos focada em consultoria estratégia em negócios, atua no desenvolvimento de pequenos e médios empreendedores. Já passou por mais de 90 empresas de Campinas e região. Gosta dos pés no chão, empreender de maneira consciente, respeitando a pessoa que existe atrás de cada negócio.

Se junte à conversa

1 comentário

  1. Como tudo que já li e vi da Elisângela Batista, conteúdo que sempre se preocupa com quem precisa ser levado a sério. Parabéns, ótimo texto!
    Dulce Delhaye.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: